Com a nova atualização do Empregador Web, agora é possível prorrogar, cancelar ou excluir acordos, consultar históricos de alterações, antecipar retornos e alterar os dados bancários na nova versão.

Após inúmeras reclamações de usuários quanto as instabilidades do portal Empregador Web – sistema responsável por comunicar reduções e suspensões salariais ao governo de acordo com a MP 936/2020, o sistema recebeu uma atualização no último domingo, 24 de maio.

Com a nova versão do Empregador Web é possível cancelar ou excluir acordos, caso contenham informações divergentes, ou o funcionário tenha pedido demissão antes do acordo. Pode-se também prorrogar o prazo de suspensão contratual, além de informar de forma manual a quantidade de dias adicionais para o acordo.

A atualização do Empregador Web contempla a consulta de históricos de alterações no requerimento, além de informar de forma manual, o fim ou antecipação das datas de retornos. É permitido também alterar os dados bancários dos empregados que serão beneficiados pelo Seguro-Desemprego, caso conste informações incorretas.

A plataforma é a ferramenta oficial par informar ao Governo as reduções salariais e de jornada, e, suspensões de trabalho, conforme permitida pela MP 936/2020 devido ao cenário de crise atual, além de realizar a requisição do benefício de Seguro-Desemprego.

Os empregadores têm apenas 10 dias para comunicar as alterações ao Governo, a partir da data da celebração de acordo com o empregado. Porém devido as instabilidades do sistema, as empresas que não conseguiram realizar o processo, poderão fazê-lo sem riscos de penalidade.

A outra boa notícia é que o DataPrev irá reprocessar os arquivos, então caso seu processo esteja com status de rejeitado, basta enviar novamente.

No próximo dia 29 de maio, o portal Empregador Web receberá outra nova atualização, com mais correções e facilidades, como a retificação de dados incorretos em datas de nascimento, endereço e admissão.