O Empregador Web é uma plataforma criada para facilitar, agilizar e tornar seguro o processo de regularização das mudanças em relações trabalhistas e solicitação de seguro-desemprego.

Por decorrência da crise, uma das plataformas online que ganhou grande visibilidade foi a do Empregador Web – sistema criado para que as empresas enviem o requerimento de seguro-desemprego de seus funcionários.

A ferramenta foi disponibilizada pelo Ministério do Trabalho e Emprego com o objetivo inicial de tornar o processo do requerimento do seguro-desemprego algo mais rápido e intuitivo, e, agora, também é utilizada para declaração de alterações contratuais.

Em vigência desde 2015, o sistema online permitiu que muitas empresas obtivessem vantagens em suas rotinas, como agilidade e fácil acesso ao requerimento de seguro-desemprego, centralização de informações, economia com formulários físicos e mais segurança.

Devido ao isolamento social, muitos negócios precisaram fechar suas portas, alterar contratos de trabalho com empregados e, até mesmo, reduzir salários, o que fez com que o mesmo Empregador Web passasse a servir para que os empregadores pudessem relatar as mudanças realizadas em relações trabalhistas e, ainda, solicitar o benefício emergencial de seus colaboradores.

A centralização de informações é facilitada graças ao processo do seguro-desemprego, que pode ser feito em lotes, com uso de arquivos emitidos pelo próprio sistema da folha de pagamento, ou um ERP.

Como tudo é feito de forma digital, os empregadores não precisam mais separar uma parte do orçamento para a compra de formulários físicos, já que agora basta imprimir as guias que foram preenchidas digitalmente.

Ainda, pelo fato de o Empregador Web possuir uma certificação digital de segurança, o protocolo SSL (Secure Socket Layer), o empresário tem a garantia de que todo o fluxo de informações que gera dentro do sistema é seguro e mantém a integridade de todos os dados.

Por fim, essas facilidades permitem que as empresas ganhem com economia de tempo e consequente aumento de produtividade, já que o preenchimento do requerimento de seguro-desemprego era uma atividade que ocupava parte da rotina da empresa.

Dessa forma, o acesso ao Empregador Web, seja para requerimento de seguro-desemprego ou alteração de informações contratuais, por conta dos impactos do coronavírus, pode ser feito de duas maneiras: sem certificado digital e com certificado digital.

Fila de desempregados em São Paulo: o Ministério da Economia divulgou que recebeu 784 mil pedidos de seguro-desemprego em abril, um aumento de 22,1% em comparação com o mesmo mês de 2019 (Rovena Rosa//Agência Brasil).
Fonte: https://exame.abril.com.br/economia/governo-registrou-aumento-de-22-em-pedidos-de-seguro-desemprego-em-abril/

Quando o empresário opta por entrar na plataforma sem certificado digital, a única opção disponível é efetuar o cadastro do gestor e validar o layout; já com o certificado digital, o empreendedor tem acesso completo ao sistema, podendo preencher todos os requerimentos que desejar ou importar arquivos da folha de pagamento. Por conta disso, a segurança do negócio está garantida, já que não é possível enviar nenhum dado sem o uso desse certificado.

No que diz respeito aos dados, geralmente solicitados pelo Empregador Web, estão os campos relacionados à empresa, como:

  • Tipo de inscrição;
  • Número de inscrição;
  • Nome da empresa;
  • Razão social;
  • CEP;
  • Logradouro;
  • Número;
  • Complemento;
  • Bairro;
  • UF; e,
  • Telefone.

Além de dados do proprietário da empresa, como: login, e-mail, nome, CPF e telefone.

É importante lembrar, nesta etapa, que não pode haver nenhum erro em qualquer um dos dados fornecidos, já que isso pode atrasar o recebimento de algum benefício por parte do trabalhador.

Ademais, alguns problemas relacionados ao Empregador Web já são conhecidos e podem ser facilmente resolvidos, como sobrecarga devido ao número de usuários conectados, bloqueios causados por programas instalados no computador, falha no reconhecimento do certificado digital e sistema operacional desatualizado.

Portanto, em tempos de crise, é importante que o empreendedor tenha conhecimento sobre o Empregador Web e saiba quais são as funções que estão habilitadas para essa plataforma, de modo que ele não atrase pagamento de benefícios aos seus funcionários.

Com isso, as empresas conseguem não só manter a burocracia em dia, como também ganhar tempo no preenchimento digital de alguns requerimentos que antes eram feitos a mão e demandavam horas de trabalho da equipe.

A CRM Services é uma consultoria especialista nas soluções TOTVS Protheus, RM e Fluig. Nossa equipe de consultores possui ampla experiência em todas as demandas que envolvem folha de pagamento e a, obrigações trabalhistas dentro do sistema de gestão. Entre em contato conosco!