Aplicativos e soluções de Videoconferência e reunião online tem se tornado grandes aliados do home office, com baixo custo.

Não é novidade que o mundo tem vivido algo sem precedentes. O COVID-19 vem causando um significante impacto socioeconômico, e, assim como em todos os países, no Brasil as empresas vêm se reinventando para manter suas operações ativas.

A adoção do home office por grande parte das companhias brasileiras gerou inúmeras necessidades tecnológicas, principalmente para garantir a comunicação entre pessoas e equipes, possibilitar reuniões e até negociações.

Nesse quesito, a videoconferência online tem se tornado uma grande aliada e com baixo custo – dependendo apenas de um link de internet, um notebook ou computador com câmera e um aplicativo de conferência (muitos deles disponíveis em versões gratuitas).

Sua empresa adotou o home office? Conheça alguns aplicativos que podem ajudar sua empresa a garantir a produtividade e comunicação durante o período de quarentena:

1. Zoom Meetings

Um dos mais famosos aplicativos de videoconferências online, o Zoom Meetings está disponível nas versões:

Gratuita – com duração máxima de reuniões de 40 minutos, limitadas a 100 participantes, porém sem restrições para conversas online entre duas pessoas apenas;

Paga – suportando reuniões e apresentações para até 500 participantes e webinars para até 10 mil pessoas.

Na plataforma também é possível transferir arquivos, compartilhamento de telas, controle de microfones, quadro de anotações e gravação das apresentações ou reuniões.

Para usar, basta o responsável pela reunião, ou “anfitrião”, criar o evento no app e enviar o link gerado para que os participantes possam acessar, apenas informando seu nome para entrar na sala, sem a necessidade de um cadastro.

2. Skype

O Skype, aplicativo também disponível na versão para navegadores de internet, é amplamente usado para facilitar a comunicação das empresas. Em sua modalidade gratuita, o app permite reuniões para até 50 pessoas.

Para realizar uma videoconferência, o organizador precisa apenas adicionar os participantes como contatos na agenda do aplicativo, na sequencia, ligar para um deles e adicionar os demais convidados na sala.

A versão paga é chamada de Skype for Business, desenvolvida para atender ambientes corporativos, possibilitando conferencias para 250 usuários, com chats em tempo real, agendamento através do calendário do Outlook e compartilhamento de documentos – que podem inclusive ser editados enquanto se realiza a apresentação,  devido a integração com o Office 365 Enterprise.

3. Microsoft Teams

A Microsoft disponibiliza outra opção para facilitar a comunicação de forma online nas empresas, o Teams. A plataforma oferece um plano gratuito para videoconferências com até 300 pessoas, além de armazenar até 10 GB de arquivos por equipe e mais 2 GB por usuário.

Até algum tempo, a solução era exclusiva para assinantes do Office 365, porém, agora, é possível contratar a ferramenta de forma única. A versão paga permite realizar eventos online e palestras para até 10 mil pessoas.

A integração nativa com os aplicativos da família Office tornam o Microsoft Teams uma excelente opção em relação à praticidade

Outro diferencial do Microsoft Teams é compartilhamento de tela com edição colaborativa de ferramentas da família, como: Word, Excel, PowerPoint e OneNote. Além disso, é possível conectar aplicativos externos, como Trello e Evernote.

4. Google Hangouts

O famoso app de bate-papo do Google possibilita chamadas de vídeo grátis para um grupo limitado à 10 pessoas. Para usá-lo é necessário ter uma conta do Gmail ou Google+, além disso, todos os participantes precisam ter o aplicativo instalado, seja Android ou iOS. O acesso também pode ser realizado na versão web em computadores.

Na prática, é só clicar no ícone +, na sequencia em Nova Videochamada e selecionar a pessoa com quem quer conversar. Já no computador, o acesso deverá ser realizado diretamente pelo site do Hangouts.

A ferramenta possibilita compartilhar arquivos de imagens, chamadas de VoIP (para telefones fixos), envios de vídeos HD, GIFS, emojis e figurinhas.

5. ezTalks

Também com opção gratuita, o ezTalks permite a participação de até 100 pessoas em videoconferências, com duração máxima de 45 minutos.

O app requer instalação do programa e possibilita a realização de reuniões, webinars e até treinamentos, com gravação das apresentações, compartilhamento de tela, enquetes, controles de áudio, vídeo e agendamento.

A ferramenta conta com uma espécie de quadro branco (White board), para que realize anotações ou exemplifique ideias durante as apresentações.

6. WhatsApp

Quem não conhece o WhatsApp? Porém, o que muitos desconhecem é que o aplicativo também permite reuniões em grupo, porém, com limite de acesso de até quatro pessoas.

Para iniciar uma videoconferência via WhatsApp, basta iniciar a chamada de vídeo com um dos participantes e na sequencia adicionar os demais no ícone indicativo da tela. Durante a conversa, a tela é dividida em 2, 3 ou 4 quadros, dependendo do número de pessoas, de modo que todos consigam se ver.

7. Instagram

Muitos desconhecem essa informação, mas apesar de ser uma rede social de compartilhamento de imagens e textos curtos, o Instagram também oferece o serviço de videoconferência!

A novidade foi lançada em maio de 2018 durante a F8, evento corporativo do Facebook e desde então é possível realizar chamadas com grupos de até quatro amigos, por meio das mensagens diretas.

Enquanto a videoconferência está acontecendo, os integrantes podem continuar rolando o feed e até mesmo realizar publicações na timeline e nos Stories, sem sair da conversa.

Para iniciar a conversa em grupo basta abrir o inbox do Direct e criar ou selecionar um chat com os amigos desejados, então é só clicar no ícone de câmera (ao lado da caixa para digitar mensagens).

8. Messenger

Um dos apps mais antigos de bate-papo, o Messenger também oferece chamadas de vídeo, porém, para até seis pessoas ao mesmo tempo. Integrado ao Facebook, a ferramenta contempla funções divertidas como um avatar que reproduz os movimentos que você faz frente à câmera.

Outros diferenciais bem interessantes da plataforma são os filtros e efeitos em realidade aumentada e em tempo real, que podem ser usados durante a conversa em grupo, incluindo maquiagens, batom ou máscaras divertidas.

9. Telegram

O Telegram ficou muito conhecido em 2016, quando a Justiça Federal determinou que o WhatsApp saísse do ar.

Baseado em cloud e desenvolvido para garantir velocidade e segurança, o app permite a realização de vídeo chamada com apenas um único contato.

10. GoToMeeting

A plataforma GoToMeeting é amplamente utilizada por empresas que realizam Webinars com grande frequência. Porém, ela também é bastante eficaz para reuniões e treinamentos.

A solução é uma das mais completas do mercado, mas oferece apenas 14 dias de experiência no formato gratuito. Para usar, o organizador precisa apenas se cadastrar no site da GoToMeerting, criar uma sala de reunião e já poderá enviar o link para os convidados.

Dentre os benefícios oferecidos pelo app estão o compartilhamento de tela, bate-papo, gravação de reuniões, linha de conferência para participação por telefone, integração com o Google Calendar e alerta / lembrete de reuniões agendadas. Para Webinars, também é possível coletar dados sobre os participantes, como: nome, email, telefone, horário de entrada e permanência durante o evento.

Assim que termina o período de experiência, é preciso assinar um pacote para continuar com o acesso. Os valores variam de US$ 12 a US$ 16 ao mês.

Enfim, seja qual for o aplicativo para videoconferência, o importante é sua empresa continuar produtiva e se comunicando. A CRM Services possui o home office como modelo de trabalho desde sua inauguração e constantemente avaliamos e utilizamos diversos tipos de apps para videoconferências, disponíveis no mercado. Portanto, procure avaliar, testar e descobrir qual solução adere melhor às demandas e processos da sua organização, tornando o home office da sua companhia ainda mais eficiente!