O TOTVS CodeAnalysis gerencia qualidade dos códigos-fontes de personalizações nos softwares da provedora, minimizando impactos e erros em migrações.

Já tentou controlar os códigos-fontes dos seus sistemas TOTVS de forma manual? Tenha certeza de que é uma tarefa um tanto desgastante e quase que infinita. Para facilitar essa operação, a provedora desenvolveu o TOTVS CodeAnalysis – plataforma de gerenciamento dos códigos dos softwares.

Com o CodeAnalysis, através de regras pré-determinadas pela própria desenvolvedora, é possível medir e avaliar a qualidade dos códigos-fonte das personalizações realizadas em todas as soluções da companhia, seja Protheus, RM ou fluig, além de checar instabilidades, corrigir requisitos e realizar melhorias, minimizando significativamente o impacto de erros ou perda de dados quando há atualizações de versões.

Caso ainda não tenha migrado seu Dicionário de Dados TOTVS para o Banco de Dados, o uso da plataforma é fundamental para garantir o sucesso do processo. Para isso, basta cadastrar o projeto no site do CodeAnalysis, enviar o arquivo compactado (.zip) com os códigos-fontes que serão analisados, e na sequencia, agendar a análise desses fontes.

Terminado o processo, a ferramenta fornece o resultado da análise, indicando o que precisa ser corrigido ou melhorado nos fontes.

Para seu primeiro acesso ao TOTVS CodeAnalysis é necessário criar uma conta na aba Novo Cliente, preenchendo todos dos dados da empresa usuária das soluções da companhia, como nome do responsável técnico, contato e o TOTVS ID – código de identificação do contrato do cliente, disponível no Portal do Cliente (http://suporte.totvs.com/gestaodelicencas), depois basta aceitar os termos de uso – EULA e gerar a quantidade de códigos necessárias.

A quantidade de TOTVS ID está vinculada à quantidade de licenças adquiridas pela empresa.

Realizado o cadastro, a plataforma enviará ao email informado uma senha temporária, que deverá ser alterada logo no primeiro acesso. Feito isso, já é possível incluir projetos e agendar envios de códigos-fontes para análises

Como incluir um projeto para avaliação de fontes no TOTVS CodeAnalysis?

Logo na tela de início, você deverá clicar no botão +Projeto.

tela 1 code analysis

Na sequência, a plataforma abrirá uma tela para preenchimento dos dados sobre o projeto, como: Nome do Projeto; Descrição; Tipo de acesso dos arquivos – indicando como os fontes serão enviados para análise; e, Usuários – informando quais usuários terão acesso à essa análise.

Com os dados do projeto preenchidos, basta clicar em Confirmar. Caso queira alterar alguma informação, basta clicar em Manutenção. Se estiver tudo certo, clique em Agendar, carregar o arquivo compactado e finalizar o processo.

Após enviado, o projeto entrará em uma fila de execução e assim que verificado, a plataforma informará com status de Executado e as informações estão disponíveis na tabela dos agendamentos, na coluna Link SonarQube, com o link das informações analisadas pelo TOTVS CodeAnalysis.

Para acessar as regras estabelecidas pela TOTVS para avaliação dos códigos-fontes, basta clicar no menu Rules, com o filtro ADVPL.

Dentre os problemas mais comuns em códigos-fonte estão:

  • Blocker: Bug mais crítico;
  • Minor: Bug menos crítico;
  • CodeSmell: Recomendação de correção.

Por fim, com as informações fornecidas pelo TOTVS CodeAnalysis, realize as correções necessárias para garantir o bom funcionamento dos sistemas, lembrando que todos os tipos de problemas nos fontes, indicados pela desenvolvedora, precisam ser observados e corrigidos.

As atualizações e mudanças de versão podem gerar uma série de problemas, incluindo retrabalho e desgaste da sua equipe interna. Evite imprevistos! A CRM Services possui uma equipe totalmente familiarizada com os processos de atualização, mitigando possíveis erros e atrasos.

Entre em contato!