O TOTVS Rastreabilidade Contábil ou Tracker Contábil, mapeia movimentações de rotinas que integram diretamente com o módulo de contabilidade do sistema TOTVS Protheus.

Vista como parte vital da nova realidade da gestão das empresas, a Rastreabilidade Contábil apoia entregas importantes como a ECF – Escrituração Contábil Fiscal, por meio do SPED – Sistema Público de Escrituração Digital.

Por sua metodologia de organização mais apurada das informações contábeis, a rastreabilidade reúne todos os dados necessários para a entrega do ECF, como a base de cálculo e o valor devido do IRPJ – Imposto de Renda da Pessoa Jurídica e da CSLL – Contribuição Social sobre o Lucro Líquido.

De forma direta, a rastreabilidade contábil é responsável por reunir e comparar diferentes regimes, integrar dados, realizar compensações necessárias, parametrizar informações, entre outras funções, possibilitando que as entregas das obrigatoriedades ocorram  no prazo, sem falhas ou inconsistências.

Com o objetivo de localizar e exibir os lançamentos contábeis, o TOTVS Rastreabilidade Contábil ou Tracker Contábil, mapeia movimentações de rotinas que integram diretamente com o módulo de contabilidade do sistema TOTVS Protheus, realizando o processo de acordo com o período indicado, independente do lote.

Esse processo ocorre por meio da tabela CV3 – Rastreamento Contábil, que possui conceitos focados para geração de registros de contabilizações via integração com outros módulos, como: Contas a Pagar; Compras; Faturamento; etc, gerando rastreio sobre a moeda origem.

Por meio da CV3 ocorrem os rastreamentos do registro de origem a partir do lançamento contábil nas rotinas:

  • Lançamento Contábil (CTBA101);
  • Lançamento Contábil Automático (CTBA102); e,
  • Lançamento Contábil Parametrizado (CTBA103).

Porém, caso ocorram estornos contábeis, estes serão contabilizados a partir da operação original, para que conste na tabela CT2 – Lançamentos Contábeis, além dos registros CV3. Nunca se deve excluir registros desta tabela, essa ação inviabilizaria o processo de rastreamento.

A rotina recebe o Alias da tabela onde o documento original foi gravado, junto com o número do registro da tabela original, o RECNO. E os CTL_KEY: campos da chave de busca, determinam o que aparecerá no rastreamento contábil.

O elo entre origem e a tabela CT2 é a tabela CV3, responsável pela localização dos registros. Nela são encontrados os registros de origem: CV3_RECORI e o de destino CT2 no campo CV3_RECDES.

O código do LP para localização do registro na tabela CTL é encontrado na tabela CV3 – CV3_LP. Caso não localize o registro na CV3, os dados não serão exibidos. A função CTBC662 é a responsável pela localização de arquivos, disponível nos módulos: Ativo Fixo; Compras; Estoque / Custos; Faturamento e Financeiro.

Com tantas mudanças e atualizações contábeis, as empresas usuárias do ERP TOTVS Protheus devem se preparar para as entregas mantendo seu sistema atualizado. Caso precise de ajuda com o TOTVS Rastreabilidade Contábil, conte conosco!

A CRM Services é referência no mercado como consultoria TOTVS e há mais de 11 anos, especialistas nas soluções Protheus, RM e Fluig, atuando com os melhores e mais experientes profissionais, capazes de ajudar sua empresa a extrair o máximo do potencial da sua solução.

Entre em contato e saiba mais!