O Recursos Humanos pode, com a ajuda de metodologias, tecnologia e inovações, gerenciar as relações entre pessoas dentro de uma organização, criando um ambiente saudável de trabalho e pronto para recolher resultados positivos.

O departamento de Recursos Humanos, dentro de uma empresa, exerce um papel extremamente relevante para as organizações e é fundamental que os gestores entendam sua importância e saibam como esse setor pode contribuir com a gestão da empresa.

Teoricamente, o Recursos Humanos consiste em uma área interdisciplinar que possui a capacidade de envolver conceitos oriundos de várias áreas, por tratar diretamente com o ser humano, ou seja, colaboradores com personalidades diferentes. Sendo assim, as empresas que contam com esse setor agregam valor ao negócio e demonstram mais confiança para seus clientes.

Na prática, o departamento de Recursos Humanos possui funções essenciais para o bom funcionamento de um empreendimento:

  • recrutamento de pessoas;
  • investimento na retenção de novos talentos;
  • estruturação dos novos colaboradores na organização;
  • treinamento e instrução de novos membros ou, até mesmo, membros já efetivos;
  • capacitação e qualificação de funcionários;

Ainda, do mesmo modo que o RH tem a função de investir em pessoas para a organização, ele também deve agir na demissão de mão de obra que não se encontra mais qualificada para o negócio.

Diante disso, investir em uma área de Recursos Humanos tem se tornado cada vez mais essencial no mercado, para aqueles que desejam obter uma boa vantagem competitiva, visto que o setor tem atrelado ao seu funcionamento um crescimento nos membros do negócio e, consequentemente, da própria empresa.

Assim, como o RH está diretamente ligado com o funcionamento de outras áreas organizacionais, graças ao intermédio que faz entre os interesses dos profissionais e da empresa, suas análises, que consideram o contexto pessoal e profissional de cada colaborador, permitem que a organização ganhe com planos de carreira mais assertivos, desenvolvendo habilidades e competências melhores para todos os membros do negócio.

Dessa forma, o principal diferencial desse setor é o fato de que proporciona um canal de comunicação eficiente e aberto entre os funcionários e a companhia, recebendo, constantemente, críticas e ouvindo as necessidades de cada um, sempre trabalhando para a resolução de problemas e crescimento de todos, sempre alinhado à cultura organizacional da empresa.

O conceito da pirâmide de Maslow é utilizado como uma referência para os profissionais da área de recursos humanos para entender as aspirações e motivações dos membros da organização.

No entanto, apesar de ser conhecido como uma área que cuida de questões burocráticas relacionadas aos membros do negócio, o RH também atua na relação entre fatores internos e externos da empresa, contribuindo para uma melhor gestão de pessoas, uma que seja mais adequada aos resultados esperados pelos gestores.

Para isso, devido à intensa globalização existente no mercado, atualmente, esse setor precisa ser flexível, eficiente, ter uma visão empreendedora e se adaptar aos avanços tecnológicos existentes, para que consiga encontrar pessoas que se encaixem tanto nos padrões do mercado quanto da própria companhia.

Com isso, um fator muito importante que colabora para o sucesso da área de Recursos Humanos dentro da companhia é a contribuição para o desenvolvimento profissional dos colaboradores, o que requer um acompanhamento mais aproximado dos funcionários, com elaboração de feedbacks e criação de estratégias para mantê-los engajados e motivados com o trabalho, tornando-os capazes de resolver problemas sem recorrer a auxílio da alta gestão.

No que diz respeito à gestão de uma empresa, então, o setor de Recursos Humanos pode, com a ajuda de metodologias, tecnologia e inovações, gerenciar as relações entre pessoas dentro de uma organização, criando um ambiente saudável de trabalho e pronto para recolher resultados positivos.

A Nubank aposta em um processo de integração totalmente diferente do que é geralmente aplicado no mercado. Chamado de onboarding, a recepção de novos membros da equipe é totalmente alinhada à cultura organizacional da companhia, que prega a humanização e a redução de burocracia em seus serviços.
Fonte: Blog Nubank

Assim, os profissionais desse setor assumem um papel fundamental em um empreendimento, já que trabalham para assegurar um ambiente organizacional motivador e agradável, levando sempre em consideração os objetivos do colaborador e, também, da própria companhia, podendo ser reconhecimento profissional, realização pessoal, crescimento do negócio no mercado, sobrevivência, obtenção de lucros, entre outros.

Portanto, se uma empresa deseja obter vantagem competitiva na área em que atua e, além disso, quer ter um ambiente interno agradável e com os melhores profissionais, que serão os responsáveis pela obtenção de bons desempenhos, ter um setor de Recursos Humanos é essencial para alcançar esses objetivos de forma eficaz e segura.

Quanto mais saudável e benéficas forem as relações humanas dentro do ambiente corporativo, melhores serão os resultados de crescimento que a empresa terá. Assim, é importante que os empreendedores entendam a relevância de um setor como esse dentro da organização ou, até mesmo, contar com a ajuda de um serviço terceirizado que ofereça atendimento em gestão de pessoas, para se garantir no mercado.