O Middleware TOTVS atua como ponte entre aplicativos, para que os XML da Folha de Pagamento sejam transportados de forma direta para o Governo.

Garantir a melhor experiência do usuário é regra para praticamente todos os processos das empresas, incluindo os fiscais. Para tornar as entregas das obrigações mais simples e agradáveis, por meio do projeto eSocial do Futuro, a TOTVS disponibilizou o Middleware.

O Middleware atua como ponte entre aplicativos, para que os XML da Folha de Pagamento sejam transportados de forma direta para o Governo, sem a necessidade de gravar os arquivos em tabelas, ou de acessar o TAF para essa ação.

O mais interessante é que os dados podem estar em plataformas com diferentes sistemas operacionais ou fora da máquina do servidor de aplicações, ainda assim, o Middleware conseguirá transportar as informações.

Voltado para empresas usuárias do ERP TOTVS RM e que não tenham a necessidade de importar XMLs de softwares terceiros para o TAF, o Middleware também facilita a gestão por meio de relatórios gerenciais, apoiando as validações das entregas do eSocial.

Há, porém, um importante ponto de atenção! Assim que ativado no sistema, o Middleware é irreversível. Ao migrar os dados para a ferramenta, não mais será possível utilizar o TAF para envio de eventos ao eSocial, por tanto é importante avaliar o cenário da empresa, seus processos e fluxos, antes da ativação.

Para outros softwares, seja Protheus, Datasul, ou demais de mercado, que gerem dados ao eSocial, a utilização do Middleware ainda está indisponível. Nesses casos será necessário o uso do TAF Full para consolidação das informações.

Como ativar e configurar o Middleware TOTVS

O primeiro passo para ativação do Middleware é possuir o ambiente TOTVS RM e TAF atualizados, sendo o TAF com o último pacote acumulado e o sistema RM com o último Patch disponibilizado da versão implantada em sua empresa.

Todos os dados necessários para a entrega dos eventos do eSocial precisam estar no sistema TOTVS RM. A empresa também não pode ter eventos pendentes de atualização ou com recibo de entrega dos eventos desatualizados.

Para ativar o Middleware deve-se acessar o módulo TOTVS Folha de Pagamento, entrar no Menu eSocial / Outros Processos / Ativar Integração com Middleware.

Na sequência, preencha os campos necessários como:

  • Servidor e Porta (que podem ser validados através do parametrizador de integração com o TAF em: Menu Configurações / Parametrizador / eSocial / Integração com TAF);
  • Usuário e Senha (o mesmo utilizado para acesso administrador do TAF);
  • Certificado Digital (certificado utilizado para transmissão ao governo, aceitos nos formatos .pfx ou .p12, entre outros);
  • URL WebService TSS (link URL com servidor e porta do TSS); entre outros campos.

Assim que concluída a ativação do Middleware chega a hora de configurar a ferramenta para que seja possível gerar relatórios de conferência, além da edição de XML no TOTVS RM.

Para isso configure o DefaultDB no config do Host acessando: Menu Configurações / Parametrizador / eSocial / Integração com Middleware. Em seguida selecione a aba Outros Parâmetros e preencha os dados de relatórios de conferência.

Indique o Servidor e Porta onde o serviço de API”s RM é executado. Essa informação encontra-se dentro dos arquivos RM.Host.exe.config e RM.Host.Service.exe.config, através da TAG ApiPort.

Porém, caso não esteja discriminada, informe na Porta API a mesma sequência da porta APP – encontrada dentro dos arquivos RM.Host.exe.config e RM.Host.Service.exe.config, através da TAG HttpPort.

Vale lembrar que o Middleware e o TAF Full não têm a mesma função. Enquanto o Middleware faz a ponte entre o sistema e o Governo para envio direto das informações, o TAF Full é uma evolução do TAF, com as funções melhoradas, incluindo o novo monitor THF.